"Até quando você vai fingir que não me vê?"


Prólogo


Não foi assim que imaginei
Como tudo terminaria
Destituído de mim mesmo, à beira do abismo

Como vim parar aqui?
Seria este o meu destino?

Lembrar às vezes faz mal
Mas minha própria consciência me coloca no rumo errado

Para errar, até acertar



Para tudo há um início, um meio e um fim. Esta é a lei da vida, e assim tem sido desde o início dos tempos.

Sempre que passamos maus momentos, temos a tendência de nos questionar para tentar entender o que se passa. Nem sempre isso é o suficiente. O que nos leva a outros métodos de tentativa de autoconhecimento.

Perguntas são o que movimenta o mundo, e não respostas...

[ SOMBRA E LUZ ]